Medicação para obesidade
e o prazer de comer

Não há dúvida que um grupo de pessoas no mundo associam uma vida boa com uma alimentação que dê prazer e alegria.

O que talvez não tenha sido bem explicado é como a alimentação exagerada pode trazer obesidade, diabetes, doenças cardiovasculares, aumentando a mortalidade desse grupo.

O surgimento das drogas que diminuem o peso drasticamente está mudando a relação com a comida. As semaglutidas conhecidas como:- ozempic, wegov, etc., estão revolucionando o mercado. Elas podem reduzir o peso de 20 a até 30% sem grandes efeitos colaterais, fazendo com que o prazer de comer deixe de ser fundamental.

A diminuição do prazer no cérebro consegue diminuir a quantidade de alimento, diminuindo a compulsão para comer e até de outros vícios como cigarro e bebida. Não há dúvidas que perder peso vai diminuir diabetes, gordura do fígado, acidentes vasculares cerebrais e o infarto do miocárdio, melhorando a qualidade de vida.

As doenças relacionadas ao estilo de vida estão associadas a 7 em 10 mortes de americanos. A discussão atual é o prazer de comer, sentar-se à mesa nas datas festivas e não poder comer tudo que é gostoso, prazeroso, etc., versus comida saudável, tudo que é bom; pois o custo está caro.

Picture of Carlos Alberto Pastore

Carlos Alberto Pastore

Livre docente do Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP

Facebook
Twitter
WhatsApp

Deixe um comentário