Café: mais benefícios que malefícios?

O café não contém só cafeína, possui outros componentes como o ácidos clorogênicos (com ação cerebral para depressão) e os polifenóis. Um trabalho realizado na Faculdade de Medicina da USP avaliou a ingestão de até 3 xícaras de café diários.

A utilização do café foi avaliada em indivíduos numa faixa de 20 a 55 anos junto com um protocolo de avaliação da saúde. Os pesquisadores observaram que os indivíduos que ingeriram de 1 a 3 xícaras por dia (150ml) apresentaram diminuição (50%) da pressão sistólica e diastólica e diminuição da homocisteina – aminoácido do sangue que aumenta o risco cardíaco. O interessante é que acima de 3 xícaras por dia não trouxe maior benefício cardiovascular.

Nós já conhecemos as repercussões digestivas.

Picture of Carlos Alberto Pastore

Carlos Alberto Pastore

Livre docente do Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP

Facebook
Twitter
WhatsApp

Deixe um comentário