Voltar

Os sete componentes do envelhecimento

Visão ou miragem, pesquisadores da Universidade de Cambridge definiram o problema com precisão. Diferente da maioria dos que trabalham na área, eles têm uma formação de engenheiros, e assim estão posicionados de maneira ideal para inspecionar a oficina de reparos biológica.

Na visão deles, o envelhecimento tem sete componentes;

1) perda das células;

2) resistência à apoptose (ou seja, as células adquirem a tendência de recusarem-se a morrer quando chega a hora);

3) mutações genéticas nas mitocôndrias;

4) mutações genéticas no núcleo celular;

5) o acúmulo de sucata dentro das células;

6) o acúmulo de sucata fora das células;

7) o acúmulo de ligações químicas inapropriadas.

As abordagens, de uma forma ampla, são de dois tipos:

  • administrar o processo de desgaste pelo uso normal, para torná-lo mais lento, e mascarar suas consequências;

  • aceitar trazer o corpo para consertar a intervalos regulares, para substituir as partes gastas.

Aqueles que visitam regularmente as seções de “saúde e beleza” sem dúvida já se depararam com cremes, pílulas e poções que trazem a palavra antioxidante nos rótulos, com a sugestão de que eles poderiam possivelmente ter efeitos rejuvenescedores.

A nutrição adequada é fundamental para o envelhecimento saudável!