Voltar

A eficácia dos antidepressivos

A depressão veio para ficar (é a segunda doença mais prevalente), pois as causas são variadas, genética familiar, alterações hormonais, alterações na química cerebral, traumas, doenças crônicas, etc. O tratamento medicamentoso sempre foi questionado, mas os estudos têm demonstrado que as drogas estão cada vez mais eficientes. A importância de tratar os pacientes é que já são mais de 350 milhões de pessoas afetadas no mundo e estas se afastam do trabalho e das relações sociais.

O tratamento com medicação deve poder ser associado com psicoterapia para buscar aliviar as tensões e dar suporte emocional.

Os sintomas são muito conhecidos, como choro fácil, tristeza profunda, irritabilidade, perda do prazer, insônia ou sonolência excessiva, ansiedade, ideias suicidas.

Desta forma, o diagnóstico clínico é fundamental para que os especialistas da área PSI possam atuar tratando e apoiando os pacientes.