Voltar

O envelhecimento sem limites

            As pesquisas demonstram, e podemos observar em torno de nós, que a população de idosos acima dos 80 anos aumentou consideravelmente na última década. Segundo estimativa do IBGE, em 2060 o Brasil terá mais de 19 milhões de pessoas com mais de 80 anos, um crescimento de mais de 27 vezes em relação a 1980.

            Uma das razões que explicam esse quadro é que muitas doenças que antes eram fatais hoje podem ser controladas. Agora, os pesquisadores estão preocupadas com as doenças consideradas próprias do desgaste do organismo com o passar do tempo. Muitos cientistas buscam atualmente mecanismos que impeçam o início dessas doenças. Uma das tentativas, por exemplo, é  fazer uma faxina nos resíduos do corpo, como nos chamados radicais livres. Outra possibilidade em estudo é substituir os radicais mortos usando células-tronco.

            O que fica claro é que as técnicas para retardar o envelhecimento estão cada vez mais sofisticadas e que viveremos de 20 a 30 anos a mais que os nossos antepassados. Nesse caso, o importante é buscar uma vida de qualidade, mesmo com as limitações que a idade nos impõe.