Voltar

Cirurgia bariátrica: falta de hormônio leva a reganho de peso

Um estudo realizado pelo serviço de cirurgia bariátrica e metabólica do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) e publicado na revista Obesity Surgery explicou por que algumas pessoas que realizam a cirurgia de redução de estômago voltam a ganhar peso: elas sofreram uma queda na produção do hormônio GLP-1, que fica no intestino e avisa o cérebro que estamos saciados. Um dos objetivos da operação bariátrica é, aliás, fazer a comida chega mais rápido à parte final do intestino, justamente para estimular a produção do GLP-1.

Para chegar a essa conclusão, a equipe de pesquisadores acompanhou 24 pacientes por cinco anos. Nos dois primeiros anos após o procedimento, todos perderam peso. No entanto, a partir do terceiro ano, dez deles começaram a engordar novamente. Segundo o diretor do serviço, Marco Aurélio Santo, o estudo pode ajudar os médicos a buscarem soluções para esses casos, como a utilização de medicamentos para resgatar a capacidade do organismo de produzir o hormônio GLP-1.

O que fica claro é que a cirurgia bariátrica é um passo importante no processo de perda de peso, mas não o único. É ainda fundamental mudar os hábitos alimentares de maneira profunda e duradoura, procurar acompanhamento psicológico e praticar exercícios regularmente. 

 

Fonte:

http://www.hc.fm.usp.br/index.php?option=com_content&view=article&id=1097:estudo-inedito-do-hc-fmusp-revela-pacientes-que-voltam-a-ganhar-peso-de-maneira-expressiva-apos-cirurgia-bariatrica-tem-producao-menor-do-hormonio-intestinal-glp-1&catid=159:setembro-2016&Itemid=401

 

Para saber mais sobre obesidade e cirurgia bariátrica: 

Série dedicada ao tema na Rádio USP http://www5.usp.br/99915/obesidade-e-tema-de-serie-na-radio-usp/