Voltar

Idosos : como prevenir as quedas

Uma das maiores preocupações que temos com o envelhecimento é a queda acidental com consequências graves como a fratura do quadril/bacia ou do fêmur. Este tipo de acidente pode levar o idoso à uma maior dependência para a realização de atividades do dia-a-dia como caminhar, deitar-se e levantar-se, tomar banho ou subir escadas.

A longevidade nos obriga a tomar uma série de cuidados com as doenças crônicas, mas a manutenção da boa postura, do tônus muscular e do equilíbrio também são fundamentais. Por isso é necessário mantermos uma atividade corporal adequada e preventiva, como o pilates, a yoga ou o tai chi chuan.

Além de melhorar a condição física – fortalecimento das articulações, desenvolvimento de força, flexibilidade e equilíbrio –, esse tipo de exercício também tem impacto positivo na vida emocional do idoso, pois promove a sociabilidade, a autoconfiança e a independência.