Voltar

Escolhas alimentares e o movimento slow food

O movimento slow food foi fundado há quase 30 anos pelo sociólogo, jornalista e crítico gastronômico italiano Carlo Petrini, numa reação à expansão do fast food. Ele está cada vez mais presente no Brasil e visa fazer uma revisão da nossa forma de consumir e produzir de alimentos, envolvendo o governo e apoiando principalmente a agricultura familiar. O intuito é cultivar cada vez mais alimentos saudáveis que respeitem o meio ambiente e o lugar de onde provêm.

A iniciativa é válida e nos ajuda a saber um pouco mais de onde vêm e como são feitos os nossos alimentos, pois muitas vezes desconhecemos esses processos e as diferenças entre produzir e consumir alimentos industrializados e alimentos produzidos por métodos tradicionais.

É preciso respeitar os seus pequenos produtores que levam seus alimentos às feiras de rua e de final de semana para serem vendidos à população. Não há dúvida de que a qualidade dos produtos orgânicos e dos produtos caseiros e artesanais que eles oferecem é muitas vezes atropelada pelos produtos industrializados, feitos em grande quantidade e nem sempre com valores nutricionais adequados. 

Para saber mais:

http://www.slowfoodbrasil.com/