Voltar

Doenças cardiovasculares em atletas

As repercussões das atividades físicas intensas no sistema cardiovascular são bastante conhecidas: alterações adaptativas na estrutura e nas funções, desenvolvendo o chamado “coração de atleta”. O problema é que essas alterações, consideradas fisiológicas, podem coincidir com uma doença estrutural cardíaca e colaborar na piora do estado clínico de alguns atletas.

A maior consequência das doenças cardiovasculares em atletas é a arritmia dos ventrículos induzida pelo exercício. As causas para desencadear essas arritmias graves são:

1. as doenças congênitas ou adquiridas do coração;

2. os gatilhos gerados nos atletas de resistência pelos longos períodos de exercícios extremos;

3. as condições geradas pela desregulação do sistema nervoso autônomo (muita adrenalina, desidratação, estresse pós aquecimento, perda de líquidos).

Dessa forma, os atletas devem ser acompanhados de perto por especialistas para evitar os quadros graves de excesso de exercícios.