Voltar

Remédios para o estômago: uso indiscriminado

A medicação usada para os problemas do estômago tem sido vendida sem qualquer orientação médica e utilizada exageradamente. O suco gástrico, produzido pelo estômago, contém ácido clorídrico e enzimas para a digestão. As pessoas que comem sem qualquer cuidado, abusam do álcool e do café são mais suscetíveis aos quadros de gastrite, refluxo gastro-esofágico e até úlcera.

A utilização de medicações agressivas ao estômago, o excesso de peso e a ansiedade também contribuem para os problemas digestivos. Desta forma, os indivíduos lançam mão dos antiácidos, sem tomar qualquer atitude preventiva ou dietética.

O que tem sido observado é que o uso indiscriminado dos inibidores da produção de ácido tem aumentado, causado verdadeiras dependências. Os pacientes não querem mais ter a sensação de azia ou refluxo e assim não param de tomar os antiácidos. Entretanto, estas medicações podem reduzir a absorção de vitaminas e minerais, como o cálcio, o magnésio e a vitamina B12.