Voltar

Meditação e doença do coração: funciona ou não?

-- A discussão é antiga: meditar ajuda a combater a doença do coração?

Os médicos e os cientistas questionam esta possibilidade incluindo a meditação nas terapias alternativas que não fazem bem ou mal. A nova pesquisa está publicada na revista americana Arquivos de Medicina Interna (Archives of Internal Medicine) e tem consistência científica, mostrando o benefício da meditação, sem deixar os cuidados médicos habituais. A finalidade foi de se estudar os resultados da meditação na administração do estresse, e o gerenciamento dos conflitos pelos pacientes com doença das artérias coronárias que não conseguiam controlá-los. Os pacientes da pesquisa foram divididos em dois grupos:

  1. um que foi submetido a palestras sobre qualidade de vida;

  2. recebeu aulas sobre meditação transcendental.

A análise dos pacientes de cada grupo mostrou que os que realizaram a meditação conseguiram melhor controle da pressão arterial e da resistência à insulina (hormônio que coloca o açúcar do sangue para as nossas células). O que os pesquisadores acreditam é que a meditação module a resposta do sistema nervoso desencadeada pelas situações de estresse evitando as agressões no corpo.

Como já sabemos o estresse crônico traz muitas modificações no nosso organismo, provocando doenças em vários órgãos. Desta forma observamos que tudo o que podemos fazer para evitar as situações de estresse vale a pena, pois as consequências são graves.

Procure o exercício regular, o lazer, as reuniões com os amigos e a psicoterapia se necessário. A meditação está sendo estudada e poderá ser uma das nossas alternativas para aliviar as tensões corporais.