Voltar

Reduzir quatro fatores de risco salvaria milhões de pessoas

A Organização Mundial de Saúde estipulou metas que poderiam salvar milhões de pessoas. A sugestão seria conseguir reduzir no mundo 30% do consumo do cigarro, 10% do consumo de álcool, 30% do consumo de sal e estimular o exercício para reduzir 10% do sedentarismo. A OMS também gostaria de reduzir em 25% os pacientes com pressão alta e diminuir o número de diabéticos.

A proposta é muito interessante, pois estes são os fatores de risco para as chamadas doenças crônicas graves, como doenças cardiovasculares, diabetes, câncer e as doenças pulmonares. Estas doenças vão matar quase 40 milhões de pessoas por ano até 2025 e já mataram em 2010 quase 30 milhões. Desta forma, se as metas fossem atingidas, seriam quase 40 milhões de mortes evitadas.