Voltar

Reprimir ou explodir? O que é pior para o coração?

A questão é muito complexa, pois as duas situações podem ser perigosas. Vamos dar como exemplo algumas doenças cardíacas e o perfil característico dos indivíduos que apresentaram mais sintomas. Os indivíduos com pressão alta tendem a se comportar de maneira mais introspectiva, não colocam a agressividade natural da vida para fora e, em geral, reprimem muitos sentimentos. Nas situações de tensão tendem a ficar com a pressão muito alta, com risco de acidente vascular.

As pessoas que são mais explosivas, mais agressivas, com pouco controle nas situações emocionais, demonstrando muita raiva, podem ser acometidas do quadro agudo das artérias coronárias (infarto do miocárdio).

As pesquisas mostram que os quadros cardiológicos podem estar ligados a fenômenos depressivos precedendo o evento agudo. A mesma situação pode surgir após episódios de muita raiva e tensão, facilitando também o evento cardíaco agudo.