Voltar

A testosterona e o risco para o coração

A FDA, entidade americana de controle de medicamentos, deu um alerta para os riscos do hormônio testosterona aumentar os riscos de doenças cardiovasculares. Dois grandes estudos com populações, tanto idosas como mais jovens, mostraram o risco aumentado de derrame e infarto como resultado da reposição hormonal de testosterona sem controle médico.

A testosterona é um hormônio essencial para o desenvolvimento dos homens e suas características masculinas. A possibilidade de se utilizar a reposição do hormônio em homens com baixa quantidade de testosterona existe, por exemplo nas doenças genéticas, no uso de quimioterapia, nas doenças endócrinas etc.

A utilização da testosterona sem indicação definida, apenas para ganho de massa muscular ou para rejuvenescimento masculino ou feminino, pode trazer consequências dramáticas. Os estudos mostraram 30% do aumento do risco de derrames, infarto do miocárdio e morte dos pacientes que usaram o hormônio. Não há dúvidas que pessoas necessitando a reposição hormonal, que não possuam doenças do coração, podem, com controle médico, fazer o tratamento necessário. Os efeitos colaterais são importantes e graves, assim não cabe a pessoa arriscar a rotina oferecida pela vizinha.