Voltar

Exercícios em jejum

Fazer atividade física em jejum é uma proposta antiga, mas nunca foi tão moderna como agora. Ao iniciarmos os exercícios físicos, o corpo tem 3 fontes de energia: a proteína dos músculos (raramente usada), a gordura dos tecidos abdominais, subcutâneos e dos músculos; finalmente, as reservas mais rápidas que são os carboidratos do fígado e dos músculos.

O exercício feito em jejum encontra menor quantidade de reserva de açúcares (carboidratos) mas pode queimar gordura. Tudo vai depender da quantidade e da intensidade dos exercícios. Se for uma caminhada leve não haverá problemas (a reserva suporta), mas para a atividade intensa, além das gorduras, é necessário o carboidrato. Desta forma os riscos dos exercícios intensos em jejum são tonturas, suor frio, sensação de desmaio devido a hipoglicemia, podendo também levar a dor muscular.

O ideal é comida leve antes dos exercícios, para evitar os sintomas descritos.