Voltar

Demências e o Alzheimer

As alterações de comportamento nos idosos pode trazer informações importantes para o diagnóstico das demências. A longevidade tem trazido a perda progressiva das capacidades cerebrais de percepção e atividade intelectual.

Dificuldades de realizar tarefas cotidianas e perda da memória são sinais característicos do processo demencial. Existem dois tipos de demências: as chamadas vasculares (50%), causadas pelos processos de deposição de gordura nos vasos (aterosclerose), estimulados pelo tabagismo, diabetes, colesterol alto, obesidade e pela vida sedentária. Os outros 50% das demências se dá por conta da doença de Alzheimer, mal irreversível, com grandes prejuízos à memória, cognição e capacidade de concentração.

A importância do diagnóstico preciso e o tratamento adequado está em poder diminuir a agressividade desses processos que, infelizmente, não aparentam possibilidade de reversão. A prevenção passa a ser o único meio de se evitar a devastação das demências.