Voltar

Compulsão por comer

O que caracteriza esse distúrbio psiquiátrico é a necessidade de ingerir grande quantidade de alimentos em um período curto e em volumes muito acima do habitual. A necessidade de comer é tão premente que o indivíduo não consegue parar até que se sinta muito desconfortável. A preocupação é que este quadro é acompanhado de um sentimento de culpa enorme e muita angústia e tristeza pelo descontrole emocional. Não há dúvida que a quantidade de calorias ingeridas é tão acima do normal (de 2000 calorias diárias para 4000 ou 5000) que, invariavelmente, este transtorno vem acompanhado de obesidade.

Os indivíduos não costumam procurar tratamento e o diagnóstico em geral é tardio, já com repercussões graves no organismo. Este comportamento, chamado de transtorno de compulsão alimentar periódico (TCAP), não impõe preferência por qualquer alimento específico. No momento da compulsão pode ser doce ou salgado, dependendo muito do hábito alimentar do indivíduo. O mais importante para os clínicos é reconhecer a doença e recomendar o tratamento psiquiátrico o mais breve possível.