Voltar

Cirurgias sem transfusão de sangue

A imposição de se realizar cirurgias evitando a necessidade de transfusão de sangue, seja por questões religiosas, seja para escapar das possíveis complicações do procedimento, tem estimulado os profissionais a investigar formas de realizá-las.

A experiência com os transplantes de pulmão, os quais necessitavam quase sempre de transfusão, foi muito interessante, os cirurgiões tendo obtido sucesso em realizá-los sem utilizar sangue extra. A técnica aplicada envolve a aplicação prévia de doses de ferro na veia dos pacientes, para estimular a fabricação de glóbulos vermelhos, o que dispensa inclusive as muitas coletas para exames de sangue. Durante a cirurgia o sangue da própria pessoa é reaproveitado através de uma máquina de recuperação.

Através desse procedimento essas cirurgias de grande porte puderam ser realizadas sem necessidade de transfusão de sangue, o que além de reduzir os riscos trouxe grande economia tanto para os pacientes como para as instituições hospitalares. É dessa forma que os pacientes com restrições em relação à transfusão têm sido submetidos a cirurgias importantes e vitais, conseguindo sair dos procedimentos sem grandes riscos.