Voltar

Áreas cerebrais e suas conexões

Os estudos antigos das áreas cerebrais realizados por Brodman, Paul Broca e Wernicke nos mostrava a importância de cada região e como elas se relacionam. As conexões entre as áreas são feitas por 100 bilhões de neurônios, interligados por sinapses. Essas áreas, embora dedicadas, podem em situações especiais assumir funções de outras áreas, através do que chamamos de plasticidade cerebral.

O cérebro, com sua massa de 1,5 kg de proteína e gordura, apresenta vias neurais, na substância branca, como se fossem verdadeiras ruas ligando as regiões e interligando os dois hemisférios. Os cientistas americanos querem aproveitar as qualidades da ressonância magnética e dos microscópios mais sofisticados para estudar o caminho dessas conexões, no que se chamará o Projeto Conectoma.

A proposta é conhecer cada vez mais as vias cerebrais, e com isso o funcionamento cerebral, definindo conceitos ainda não tão claros como a mente e a alma. O desenvolvimento deste projeto, o Conectoma Humano, dependerá de computadores com memórias gigantescas para reunir as informações cerebrais tão compactadas.