Voltar

A importância da atividade física na prevenção das doenças crônicas

As estatísticas são agressivas e a obesidade está presente na população americana (70% da população com sobrepeso) bem como na brasileira (mais de 50%). Desde 1950 as pesquisas científicas já mostravam que os indivíduos sedentários ficavam mais doentes que os ativos. Desta forma, é cada vez mais importante a alternativa da atividade física para diminuir o impacto do sobrepeso nos indivíduos atingidos pela diabetes, pressão alta e doenças cardiovasculares.

Os benefícios para a saúde são vários e vão desde a redução das doenças coronarianas e o impacto de fatores de risco como cigarro e depressão e os efeitos nocivos da associação de outras doenças como diabetes e câncer do colo, além de melhoras na cognição.

A atividade física ajuda a controlar a obesidade, a diabetes e evitar a síndrome metabólica (associação dessas doenças com a pressão alta e os triglicérides altos).

Os exercícios regulares, quatro a cinco vezes por semana e em intensidade moderada, são extremamente eficientes e ajudam a evitar as doenças cardíacas.