Voltar

Otimismo e prevenção cardiovascular

Várias são as propostas para a prevenção das doenças cardiovasculares, mas os aspectos emocionais estão cada vez mais sendo valorizados para esse fim. As emoções negativas que devem ser evitadas são muito menos importantes que as emoções positivas na esfera cardiovascular. Essas emoções, típicas dos otimistas, junto com o bom humor e uma sensação de bem-estar, podem auxiliar nas soluções de alguns problemas da vida. O interessante é que os processos de recuperação dos quadros agudos e a reabilitação após cirurgias cardíacas podem ser ajudados pelos exercícios físicos, terapia e muita ajuda afetiva.

Os trabalhos nesta área têm demonstrado que as emoções positivas (risos, bom humor, bem-estar psicológico) devem ser consideradas protetoras contra as doenças cardiovasculares, independentemente de fatores de risco tradicionais (diabetes, pressão alta, colesterol e muitos outros). Não há dúvida que nem tudo é tão protetor, mas uma associação entre otimismo e prevenção clínica das doenças terá um efeito protetor bem maior.