Voltar

A cartilha das gorduras

As informações sobre os cuidados com alimentação são cada vez mais importantes para que consigamos evitar os alimentos considerados agressivos para a nossa saúde. Destes, as gorduras são as mais agressivas, mas nem todas, algumas são extremamente benéficas. Assim, as sociedades científicas que se ocupam da nutrição sugeriram uma cartilha de orientação sobre os tipos de gorduras e quais devem ser evitadas e quais são capazes de nos proteger. Acredito que até os jovens devem ser informados dessas propriedades.

As gorduras mono e poli-insaturadas são as benéficas e as gorduras saturadas e trans-saturadas são as agressivas, pois aumentam o LDL (colesterol ruim). Estas estão presentes nas carnes, derivados do leite integral e produtos animais com gordura. As gorduras que devem ser ingeridas baixam o colesterol ruim e algumas são capazes de aumentar o bom colesterol. Estas estão presentes nos óleos de oliva e canola, nas nozes e castanhas (amêndoas e castanha de caju) e nos peixes de águas profundas (salmão, atum etc.).

O maior risco está na gordura trans, criada pela hidrogenação artificial dos óleos vegetais, um processo antigo das indústrias para fazer os alimentos ficarem mais tempo nas gôndolas do supermercado. Ela está presente nas frituras, em alguns biscoitos e bolachas e estão sendo banidas das redes de fast-food. O importante é conhecer para não comer.