Voltar

O prato saudável

A importância de uma dieta adequada para ajudar no tratamento das doenças ou evitá-las é de um modo geral cada vez mais evidente. As chamadas dietas sem orientação, sem suporte dos profissionais, estão também cada vez mais sendo deixadas de lado. Comer bem é proporcionar as necessidades orgânicas de proteínas, gordura, carboidratos e líquidos. Uma recomendação prática é utilizar o prato saudável que seria assim composto: metade do prato para frutas e vegetais, sendo a porção dessas últimas maior; na outra metade do prato, colocaríamos as proteínas (carnes magras, grelhadas: frango ou peixe) e muitos grãos integrais (pão, arroz, cereais). A bebida, para acompanhar, seria água ou produtos derivados do leite, com baixo teor de gordura (iogurte). Desta forma, conseguiríamos realizar uma refeição com todos os ingredientes adequados (proteínas, carboidratos e gorduras), com baixa caloria e supernutritiva. Podemos até incluir algumas nozes, castanhas ou azeite de oliva ou canola. A alimentação passa a ser uma ferramenta potente na prevenção e na manutenção da saúde física e mental; agora só falta fazer um pouco de exercício.