Voltar

Questionando o índice de massa corporal

Um novo estudo inglês comprova que a proporção entre cintura e altura é mais eficiente para prever o risco de doença cardíaca e diabetes do que o IMC.

O IMC apresenta algumas limitações com relação aos grupos étnicos e não discrimina entre gordura e massa muscular.

A nova medida é calculada de forma a que a cintura deva ser no máximo a metade da altura. Exemplo: para uma pessoa de 1,80m de altura, a cintura deve ser no máximo 90cm. Dessa forma, o novo método cintura/altura pode ser usado para adultos e crianças e chama a atenção para a relação com risco maior de doenças cardiovasculares.

As novas medidas deverão substituir as antigas, pois retratam melhor a importância da circunferência das cinturas.