Voltar

Pré diabetes: tratar ou não tratar?

Os pacientes com glicemia (açúcar no sangue) alta em jejum, obesidade abdominal e triglicérides elevados devem ser tratados na condição de pré-diabéticos. Os especialistas (endocrinologistas) assim recomendam, pois a intervenção precoce pode trazer mais proteção para os vasos e evitar as doenças cardiovasculares. O grande problema do diabetes são as consequências da doença no coração e nos vasos, trazendo um aumento importante na mortalidade.
A Metformina é uma substância de baixo custo, utilizada desde 1967, que tem uma boa ação nos pacientes que apresentam resistência ao hormônio insulina (aquele que passa o açúcar do sangue para as nossas células). Um trabalho realizado na Inglaterra mostrou que em pacientes recém diagnosticados com excesso de peso o uso de metformina foi positivo em 39%. A incidência de ataques cardíacos diminuiu e caiu em 36% a mortalidade geral.
A mudança do estilo de vida é fundamental para que o diabetes não se instale, porém as mudanças devem ser efetivas. Alimentação adequada e exercícios físicos regulares ajudam a perder peso, afastando o quadro do pré-diabetes. Não podemos esquecer que entre as manifestações da doença cardiovascular são as mais graves o infarto do miocárdio e o derrame, os quais podemos evitar com alguns cuidados preventivos.