Voltar

A possibilidade das células-tronco no coração

As chamadas células-tronco fazem parte de um sistema de recuperação do próprio organismo. Funcionam como uma reserva para situações onde uma região debilitada necessita de ajuda; estas células se transformam no tecido que foi atingido pela doença e ajudam a regenerá-lo.

Algumas doenças atacam nossos órgãos e estes não conseguem recuperação, perdendo parte da sua função. No coração, a doença do músculo cardíaco, chamada miocardiopatia, pode reduzir a massa cardíaca em até um terço, fazendo-o perder sua função de bomba. As células tronco estão sendo usadas para recuperar vários órgãos e no coração podem ser aplicadas por um catéter que vai até o coração. Através de um processo de filtração é possível retirar as células-tronco do sangue e assim utilizá-las na recuperação dos órgãos afetados. O Incor de São Paulo vem realizando este processo em pacientes considerados de alto risco, extremamente debilitados do ponto de vista cardiológico. A taxa de mortalidade destes pacientes chega até a 50% em quatro anos. A única opção de tratamento para estes pacientes, quando não respondem a medicações mais eficientes, é o transplante cardíaco, cuja possibilidade é bastante difícil.

A possibilidade de tratamento das nossas doenças com as células do nosso próprio corpo (células-tronco) passa a ser uma das promissoras formas de terapêutica para o futuro.