Voltar

Os anticoncepcionais ainda aumentam o risco de trombose

As pílulas anticoncepcionais estão há mais de 40 anos no mercado, e embora mantenham a ação desejada com menor quantidade de hormônio, continuam produzindo risco vascular. A maior preocupação para as mulheres que tomam pílulas sempre foi o risco de trombose venosa, principalmente para quem é acompanhada de fatores agravantes, como obesidade, cigarro e histórico familiar.

As novidades das pílulas no decorrer destes anos foram a diminuição de alguns efeitos colaterais, como menor retenção de líquidos e aumento da oleosidade da pele. O que os novos estudos estão mostrando é que, embora com os benefícios descritos, as novas pílulas duplicam o risco de trombose quando comparadas com as antigas.

As complicações são muito mais comuns nas mulheres que já apresentam os fatores de risco descritos, porém as mulheres saudáveis também podem ter complicações vasculares, embora, é claro, em menor intensidade. De qualquer forma, a utilização de anticoncepcionais requer acompanhamento de especialistas e avaliação dos riscos, para que sejam minimizadas as complicações vasculares bastante conhecidas.