Voltar

Poluição, cada vez mais agressiva!

Os custos de vivermos nas grandes cidades são cada vez maiores e a poluição passa a ser um fator de risco muito significativo.

Um estudo realizado na Europa mostrou que a poluição aumenta em quase três vezes o risco do infarto do miocárdio. Nesse trabalho foi feita uma comparação com o uso de cocaína, que aumentou o risco de infarto em 23 vezes.

O fator mais evidente é que usuários de cocaína são minoria, enquanto a população exposta à poluição é enorme. Os pacientes portadores de problemas cardiovasculares, como pressão alta, por exemplo, podem sofrer um infarto poucas horas após a exposição à poluição.

As pessoas saudáveis não estão protegidas, pois no decorrer do tempo os poluentes são inalados, levando as toxinas do pulmão para os vasos sanguíneos. Essas substâncias se fixam à parede interna das artérias, dificultando a passagem do sangue. O que chama atenção é que a poluição já se tornou um fator de risco mais importante que o álcool.

Desta forma, o preço de se viver nas grandes cidades está alcançando valores insuportáveis e impagáveis.