Voltar

Sono e doenças

A importância do sono adequado já está bastante estudada e reconhecida como um fator de prevenção de vários problemas orgânicos. A necessidade de horas de sono é pessoal, mas os especialistas acreditam que o ideal esteja entre 6 e 8 horas.

Os problemas já conhecidos gerados por falta de sono são: aumento da pressão arterial, alterações do metabolismo, favorecendo a obesidade, atividade da adrenalina estimulada, além da falta de atenção e sonolência no dia seguinte.

Os trabalhos recentemente publicados mostram que indivíduos com período de sono menor que 5 horas podem ter o dobro de risco de doenças cardiovasculares, comparados aos que dormem entre 7 e 8 horas. Dormir bem retarda o envelhecimento e melhora a qualidade de vida. A busca deste sono ideal passa por medidas profiláticas, como realizar um bom exercício 4-6 horas antes de dormir, evitar bebidas e comida exagerada, não ir pra cama com trabalho nem discutir assuntos irritantes.

Desta forma, procure um sono adequado e evite medicações para dormir. Não há nada tão bom como acordar após um sono reparador.