Voltar

Dr. Google e o doente imaginário

O desenvolvimento das ferramentas de busca na internet tem crescido numa velocidade enorme e o número de informações médicas é cada vez mais sofisticado. A preocupação é o que fazer com a informação, pois os sintomas e os sinais podem ser mal interpretados e criar um estado de ansiedade e até de pânico.

Os dados mostram que mais de 60% dos americanos buscam na internet informações sobre os problemas de saúde. No Brasil este tipo de conduta é muito comum e os pacientes vão aos médicos com informações prévias sobre as doenças. Os sites relacionados com a saúde crescem diariamente, mas nem sempre são confiáveis, e podem induzir as pessoas a fazerem diagnósticos inoportunos e inadequados.

A possibilidade dos pacientes buscarem os resultados dos exames pela internet é muito interessante, se houver tranquilidade e confiança suficientes até o momento da consulta com o seu médico. Os bons laboratórios, quando detectam alterações graves nos exames, procuram avisar os médicos logo que possível, para que não haja risco aos pacientes.

Desta forma, caros leitores, tenham muito cuidado com as informações do Dr. Google e seus assistentes.