Voltar

Bebida diária não é recomendada

A sugestão de se beber uma taça de vinho nas refeições, hábito tradicional dos franceses, está sendo questionada. Um relatório dos institutos especializados na pesquisa do câncer sugere que os profissionais de saúde combatam o hábito de beber diariamente, pois ele pode levar ao câncer.

Os pesquisadores comentam que o álcool aumenta o risco do câncer do aparelho digestivo (boca, esôfago, colo, etc.), além do fígado. Não há dúvida de que o efeito depende da quantidade consumida, mas tomar álcool diariamente não é recomendado.

O Instituto do Câncer da França explica que o álcool (etanol) é metabolizado em acetaldeído, que poderia gerar mutações genéticas, facilitando o aparecimento do câncer. Os benefícios do vinho tinto podem ser substituídos pelo suco da fruta mas, é claro, não substitui o prazer da bebida. Não há dúvida de que tomar álcool numa refeição especial, em quantidades moderadas, não será tão agressivo para o organismo. A discussão dos franceses está baseada nos índices de consumo de bebida alcoólica por habitante, que alcança 13 litros de álcool/ano, sendo uma das mais elevadas do mundo.

Desta forma, utilize a bebida alcoólica com moderação, evitando o hábito diário, pois em quantidade exagerada não faz bem nem para o coração.