Voltar

Prevenção do câncer é uma realidade

As razões de nossa insistência na mudança de hábitos buscando melhor qualidade de vida têm cada vez mais evidências consistentes.

Os institutos internacionais que promovem e avaliam as pesquisas e as ações para a prevenção do câncer divulgaram um relatório que mapeou a possibilidade de prevenção de tumores em vários países incluindo o Brasil. Este estudo analisou 7 mil trabalhos sobre a incidência de tumores no aparelho digestivo, pâncreas, rins, pulmões, fígado, próstata, mama e útero.

A análise do comportamento dos pacientes foi a base do relatório da probabilidade de prevenção, não incluindo o tabagismo (responsável por 25% dos casos descritos). No Brasil, quase 20% dos tumores poderiam ser evitados se as orientações fossem adotadas pelos pacientes. Os tumores que seriam evitáveis, como o de mama e do cólon são, respectivamente, 30 e 40% dos casos. A alimentação balanceada é uma forma de prevenção para o câncer do cólon, pois as fibras vegetais protegem o intestino com muita eficiência. Os vegetais e verduras com caroteno destroem as células precursoras dos tumores e impedem a agressão às células.

O relatório chama a atenção para a agressividade das bebidas alcoólicas nos tumores de boca, esôfago, faringe e laringe. Estes tipos poderiam ser evitados em mais de 60% dos casos. As gorduras como da carne, leite e manteiga são os vilões no desenvolvimento do câncer de mama.

Várias são as substâncias presentes na alimentação que, quando evitados, podem colaborar na prevenção dos tumores.