Voltar

Por que os homens não vão ao médico?

As mulheres são muito mais cuidadosas que os homens, pois procuram seus ginecologistas anualmente, que funcionam assim como seus médicos de confiança.

Os nossos colegas do sexo masculino não têm o hábito da prevenção e poucos procuram a avaliação médica anual, necessária, principalmente, após os 40 anos. Desta forma os homens vivem menos que as mulheres, pois têm hábitos menos saudáveis e mais fatores de risco, como pressão alta, diabetes, colesterol alto, sobrepeso e câncer. A genética também é muito importante, a história familiar pode determinar maiores cuidados com alguns fatores de risco.

A medida da pressão arterial deve ser feita desde jovem, principalmente quando há pressão alta na família. O teste ergométrico pode ser realizado após os 20 anos e até mais cedo, se o jovem for praticar esportes competitivos. As avaliações dos fatores de risco para as doenças do coração também devem ser feitas precocemente para dar início à prevenção. As avaliações dos pulmões, do aparelho digestivo e da próstata são realizadas a partir dos 50 anos, se não houver qualquer intercorrência no período.

Os homens devem criar hábitos saudáveis, como os já presentes nas mulheres, mantendo avaliações anuais e específicas para a faixa etária. Assim, passa a ser muito importante ter um médico de confiança, que o acompanhará no decorrer da vida.