Voltar

Sol: muito sedutor, mas agressivo

Todos nós já conhecemos os efeitos agressivos do sol na nossa pele, as chamadas agressões ultravioleta (UV). O sol tem ações valiosas no organismo, porém só quando aproveitado em horários adequados e com necessária proteção das partes mais expostas.

Dessa forma temos que saber da importância dos fotoprotetores e como usá-los corretamente para nos proteger principalmente do câncer de pele.

Esses protetores têm a finalidade de impedir a radiação ultravioleta do tipo B, maior responsável pelas queimaduras da pele. O chamado fator de proteção solar indica o tempo de exposição que a pele suporta a mais do que sem proteção. Nós já sugerimos que os horário para tomar sol é muito importante: antes das 11 horas da manhã e após as 17 horas.

É necessário usar filtros solares com proteção FPS 15 - 30 no corpo com antecedência de meia hora e reaplicá-los a cada 2 horas ou quando tomar banho de mar ou piscina. A observação do tipo de filtro solar e o seu fator de proteção, a sua capacidade de proteção na presença do sol são fatores para serem controlados. Todas essas sugestões visam prevenir as repercussões nocivas das exposições solares que vão desde manchas na pele ao risco de câncer.

Aproveitem o verão, mas não arrisquem na exposição inadequada à radiação solar.