Voltar

O que é essa tal de hipertensão arterial?

 O número de pacientes com pressão alta vem crescendo com o envelhecimento médio populacional, e é muito comum em idosos acima de 65 anos. A obesidade também vem aumentando a sua incidência e com ela o maior número de pacientes hipertensos.

O controle da pressão alta está longe do ideal: menos de 50% dos indivíduos hipertensos têm a pressão adequadamente mantida. O tratamento da hipertensão arterial é a razão mais comum da procura de consultas médicas e do uso de medicação. Existem diversas razões para as baixas taxas de controle da pressão arterial, mas as que mais chamam atenção são a ausência de sintomas em boa parte dos pacientes e o pequeno acesso a médicos e medicações.

 A necessidade de tomar medicação que possa interferir na qualidade de vida dos pacientes para obter um benefício a curto prazo também é um fator que dificulta adesão ao tratamento.

A hipertensão arterial é considerada importante acima de 140x90mmHg e continua sendo o fator de risco mais comum nos infartos do miocárdio e nos acidentes vasculares cerebrais (derrames), aumentando em cinco vezes a chance desses eventos.