Voltar

Como a redução de peso baixa a pressão arterial e melhora da qualidade de vida

 Os benefícios da perda de peso são já conhecidos para a prevenção de doenças de um modo geral, mas para as cardiovasculares são muito evidentes e significativos. A redução da pressão arterial, das gorduras do sangue e do tamanho do coração são considerados os resultados mais significativos.

O que nos estudos epidemiológicos de longo prazo chama à atenção que o risco relativo de mortes por doença das artérias coronárias e cardiovasculares foi menor nos pacientes cujo peso foi estável no decorrer do tempo. O mais importante foi que os pacientes que perderam ou ganharam mais de 5 quilos durante o período de 10 a 15 anos tiveram um aumento nas mortes cardiovasculares.  A explicação possível é que não só o perder ou ganhar peso que é prejudicial, mas sim o efeito sanfona muito comum nos obesos. Os mecanismos são incertos e o por que as flutuações do peso poderiam afetar a sobrevida não estão claros.

Alguns estudos associam maior taxa de mortalidade em hipertensos obesos quando comparados aos hipertensos magros. O que fica muito evidente nos estudos é que a redução de peso melhora a qualidade de vida em vários aspectos já descritos e em outros adicionais como: dormir melhor, maior facilidade para a atividade física, diminuição das taxas de açúcar e melhora da autoestima.