Voltar

Novo tratamento cirúrgico para o tórax em funil

O Pectus excavatum, também conhecido como tórax em funil ou de sapateiro, é uma deformidade do tórax muito frequente. Nos indivíduos portadores deste tipo de tórax o osso esterno fica deprimido, criando um verdadeiro “buraco no peito”.

Os portadores do “pectus excavatum” tendem a se retrair, pois não gostam da exposição pública da deformidade, evitando atividades físicas e sociais. A presença deste efeito traz também problemas familiares, pois os pais, por vezes, consideram os filhos incapacitados para uma atividade normal. Não há grandes repercussões orgânicas, porém estão descritas algumas queixas de dor torácica, palpitações, arritmias e dificuldades para os exercícios intensos.

A maioria dos casos acontece isoladamente, porém alguns autores acreditam numa tendência familiar. O mais importante é que as técnicas chamadas de minimamente invasivas podem corrigi-lo com barras de sustentação do osso esterno. Desta forma, a maioria das famílias que, em geral, escondem o problema podem procurar o Serviço de Cirurgia Torácica do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP para orientação especializada.