Voltar

Entendendo a enxaqueca

Enxaqueca é mais que uma dor de cabeça. A dor pulsante de uma enxaqueca, que ocorre de forma típica em um dos lados da cabeça, com frequência é acompanhada por náuseas, vômito e extrema sensibilidade à luz e ao som. Uma pessoa se sente inteiramente doente.

Os sintomas podem incluir constrição nasal, visão enevoada, diarreia, cólicas abdominais, sensações anormais de calor ou frio, ansiedade, depressão, irritabilidade e incapacidade de se concentrar. Sem tratamento eficaz, aqueles mais gravemente afetados são incapazes de cumprir até mesmo as tarefas mais simples, e devem ir para a cama até que o ataque termine. Depois, as pessoas quase sempre se sentem cansadas, irritáveis, agitadas ou deprimidas, embora algumas se sintam refrescadas e energizadas de forma incomum.

  • A porcentagem maior entre as mulheres está ligada a flutuações nos níveis sanguíneos de estrogênio;

  • a queda no estrogênio logo antes da menstruação dá início a enxaquecas menstruais, que tendem a ser mais graves e durarem mais tempo que outras formas dela.

  • A gravidez, quando os níveis de estrogênio permanecem altos, traz descanso até a menopausa terminar com as flutuações de estrogênio.

Embora se acredite há muito tempo que as dores de cabeça fossem principalmente vasculares, um resultado da constrição e depois expansão dos vasos sanguíneos na cabeça, hoje se reconhece que as enxaquecas se originam em mudanças neurais no cérebro, pela liberação de peptídeos neuroinflamatórios que por sua vez constringem os vasos sanguíneos. A dor de cabeça com frequência começa antes que esses vasos se dilatem. Os peptídeos inflamatórios sensibilizam as fibras nervosas, que então respondem a estímulos inócuos, como pulsações nos vasos sanguíneos, causando a dor da enxaqueca.

Em algumas pessoas a dor de cabeça é precedida por uma aura de sintomas visuais, sensórios ou motores, que perduram por menos de uma hora. Podem surgir pontos de luz, falta de sensibilidade na mão, tontura ou uma incapacidade para falar. Pessoas que experimentam esses sintomas têm um risco dobrado de doenças cardiovasculares, de acordo com pesquisa americana.

As enxaquecas às vezes são problemas familiares, e embora seja difícil não serem reconhecidas em sua forma clássica, podem ser classificadas erroneamente como dores de cabeça de sinusite ou de tensão, provavelmente porque elas podem causar congestão nasal, pressão ou dor na testa ou abaixo dos olhos, e desconforto em ambos os lados da face.