Voltar

Viagens longas e cansativas: cuidado com a trombose

O período de férias nos obriga a enfrentar longos períodos sentados em poltronas de avião ou automóveis desconfortáveis e sem possibilidade de movimento. O risco é a formação do trombo, isto é, um agrupamento de células do sangue, que nós chamamos de coágulo, dentro das nossas veias. Esta possibilidade é maior nos obesos, fumantes, pessoas que tomam pílula anticoncepcional e sedentários.

As pesquisas mundiais mostram que quem fica mais de 4 horas viajando de avião sentado sem movimentar-se tem três vezes mias chances de desenvolver trombose. Este coágulo pode ocorrer numa veia superficial pequena e o processo ficar limitado na região da perna, porém ele pode crescer e até migrar para os pulmões. Nesta situação temos um quadro grave chamado embolia pulmonar.

Este desequilíbrio no processo da coagulação pode ser evitado se observarmos algumas sugestões: roupas leves, confortáveis, evitar bebidas alcoólicas, tomar muito líquido (água), tentar mudanças de posição, esticar-se de duas em duas horas. O intuito é não deixar o sangue ficar parado nas pernas, estimulando a circulação para não formar coágulos.

As pessoas que já têm problemas circulatórios devem procurar os especialistas para discutir o uso de medicações ou meias elásticas para a prevenção dos fenômenos de trombose.