Voltar

Afta, continua incomodando

Os clínicos, os dentistas e os infectologistas não têm certeza absoluta das causas da afta, porém é sabido que ela surge por um desequilíbrio do organismo e que existe uma predisposição nas famílias. Os fatores considerados desencadeadores são bem conhecidos, como:

  • baixa da resistência;

  • estresse;

  • período menstrual;

  • comidas ácidas.

Algumas hipóteses sugerem que a afta pode ser uma resposta do próprio organismo para se defender de um agressor externo. A afta é uma inflamação nas células da mucosa da boca, que não atinge as mulheres grávidas, e também bem poucos fumantes, pois estes ficam com a mucosa da boca mais grossa, o que impede a formação das aftas.

As indústrias farmacêuticas têm tentado realizar pesquisa com várias drogas sugeridas pelos médicos. Vacinas, anti-inflamatórios, corticoides e cauterização química com ácido, o qual queima o local tirando a dor. Algumas outras doenças podem provocar lesões na boca, como deficiências vitamínicas e anemias, entre outras, sendo muito evidente que o aspecto emocional é muito importante no processo do aparecimento da afta.

Os tratamentos locais aliviam a dor, porém a remoção da afta pode levar de 5 a 15 dias e nem sempre melhora com os tratamentos convencionais.