Voltar

Nutrição adequada: cada vez mais importante e estimulada

Cada vez mais estamos mais atentos com a nossa alimentação e notamos que a relação entre bons hábitos alimentares e saúde está cada vez mais íntima. A preocupação não é à toa, pois das 10 maiores causas de morte no mundo moderno, 5 são dependentes dos nossos hábitos alimentares: infarto do miocárdio, derrame, câncer, obesidade e diabete. Considerado o pai da medicina, Hipócrates (400 a.C.), já dizia que o alimento era a nossa melhor medicação e que dieta saudável e repouso tratava boa parte das nossas doenças.

 Nós já temos o conhecimento de que uma dieta variada e bem balanceada é o começo de uma boa saúde, pois nenhum alimento tem tudo o que necessitamos. O organismo humano necessita de quase 40 elementos, incluindo-se proteínas, carboidratos, vitaminas, minerais e a gordura. Além disto precisamos dos chamados micronutrientes, consumidos em pequenas quantidades (ao redor de um grama ao dia): cálcio, potássio, fósforo, ferro, zinco flúor, cobre e selênio. Os produtos agrícolas ainda são os mais importantes para o mundo moderno, como os cereais (trigo, arroz, milho), a carne animal, as frutas e os derivados do leite.

 Não há necessidade de suplementos vitamínicos exagerados, a não ser em situações excepcionais onde não podemos comer ou estamos debilitados ou em convalescença. Desta forma, devemos observar atentamente o que comemos, as quantidades, a qualidade e até se necessário os rótulos, pois só assim vamos manter a saúde e a qualidade de vida!